O ano novo é a gente que faz

By Anônimo - 09:00


Se tem uma coisa que eu amo no final do ano é aquele clima de retrospectiva: lembrar de todas as coisas boas que aconteceram, tudo o que foi conquistado, tudo o que foi aprendido, para então fazer os planos para o próximo ano.
Algumas pessoas acham tosco fazer lista de metas, mas se a gente não transformar nossos sonhos em metas e correr atrás delas, nunca vamos conquistá-los. Eles vão ser sempre algo que a gente queria ter mas não acha que seja possível. Pois adivinha só: é possível, sim!
Fazer uma lista é um jeito legal de manter as ideias em pé e organizá-las. Nunca fui muito de publicar meus planos, geralmente eu só postava depois de conquistar. Geralmente as pessoas aconselham a nunca sair por aí dizendo o que você quer, senão alguém vai tentar atrapalhar. Eu não acredito tanto nisso, não sou tão importante a ponto de ter alguém querendo me sabotar o tempo todo.
Eu só achava que seria vergonhoso fazer todo um alarde, dizendo "eu vou fazer isso", "eu vou fazer aquilo" e depois não conseguir fazer nada, ficando com aquela cara de paisagem. 

Mas nada a ver, é normal que as coisas deem errado de vez em quando. Vai ter gente rindo disso? Sim, pode ser que alguém veja e pense "ahahahaha, bem feito", mas esse é o tipo de pessoa que só fica feliz com o fracasso dos outros porque ela mesma é uma fracassada e não consegue fazer nada melhor do que apontar os erros alheios. 
Sabe quando você planeja algo, e alguém diz que é melhor desistir? É essa mesma pessoa. E sabe quando você conquista e alguém faz pouco caso, tentando diminuir a sua felicidade? Pois é. A mesma pessoa.

Não perca tempo se preocupando com o que os outros vão pensar ou falar. Quer falar seus planos? Fale. Quer comemorar sua felicidade? Comemore. E quem reclamar, que se remoa: a vida deles não vai melhorar se a sua piorar, e cabe a eles perceber isso.

1. Participar da monitoria na faculdade e ganhar uma carta de recomendação para aumentar minhas chances de conseguir um estágio
2. Não tirar nota baixa em nenhuma prova de nenhuma cadeira
3. Conseguir um estágio na minha área, ou pelo menos um emprego
4. Aprender a fazer um layout responsivo sozinha
5. Fazer meu cartão de estudante do ônibus (acreditem: ainda não fiz o meu kkkk)
6. Aprender todas as músicas em inglês do meu celular (objetivo: ampliar o vocabulário)
7. Comprar um ou mais livros que sejam em inglês e ir traduzindo enquanto leio (objetivo: ampliar o vocabulário)
8. Comprar e ler um dicionário de inglês de cabo a rabo (objetivo: ampliar o vocabulário)
9. Fazer o curso de inglês do Yázigi e não tirar nota baixa em nenhuma prova (sobre meu projeto fluência em inglês: não tô de brincation hahahahaha)
10. Vender todos os livros que eu já li de um jeito ou de outro e guardar a grana
11. Vender a marmita elétrica que eu comprei e nunca usei
12. Vender os calçados que eu comprei e não serviram
13. Ler todos os livros que eu coloquei nas listas em rascunho do blog (vai ter post sobre eles)
14. Terminar de escrever ao menos um livro
15. Publicar esse tal livro nem que seja de forma independente
16. Ganhar mais algum concurso literário, seja de contos, poesias, crônicas ou o que for 
17. Comprar uma câmera profissional ou semi-profissional + o kit com tripé e etc (se possível)
18. Comprar um gravador
19. Começar um canal no you tube para o blog
20. Alcançar mil seguidores no blog (recuperando a meta de 2017)  / Em seguida alcançar 2 mil seguidores do blog
21. Alcançar mil seguidores no twitter do blog
22. Alcançar mil seguidores no insta do blog
23. Alcançar 2 mil likes na page do blog
24. Comprar uma smart TV (TALVEZ)
25. Juntar dinheiro para quitar o FIES depois da facul (se possível)
26. Juntar dinheiro para comprar um carro (se possível)
27. Juntar dinheiro para comprar/alugar uma casa/apartamento (se possível)
28. Produzir um documentário (TALVEZ / SE POSSÍVEL)

E você, quais seus planos para 2018?

  • Share:

You Might Also Like

1 Fumados comentaram aqui

E aí, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de dizer que sou um lixo, me mandar pra puta que pariu? Comenta aí!

Obs: Não pagarei seu cardiologista nem seu psicólogo/psiquiatra caso acabe precisando.